Segurança de Traficante curte ‘férias’ em Búzios e debocha de rivais nas redes sociais

Conhecido pela ostentação nas redes sociais, o traficante Alexandre Souza de Lima, o Xandinho do TCP, apontado como um dos seguranças de Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, tem desafio a polícia através de fotos em diferentes bares e boates da região e debochado de criminosos da facção Comando Vermelho (CV) que realizam diversas ameaças de morte nas mídias de Xandinho, principalmente através de um aplicativo de perguntas e respostas.

Nos últimos dias, um dos seguranças de 3N tem postado fotos em bares e boates de São Gonçalo e Armação dos Búzios, na Região dos Lagos, onde a polícia já “abriu os olhos” para a sua rotina e busca informações que levem ao seu paradeiro. Na tarde de ontem, o traficante postou uma imagem na Rua das Pedras, um dos locais mais frequentados por turistas em Búzios.

Em um aplicativo de perguntas e respostas, o traficante tem recebido diversas ameaças oriundas de “soldados” do Comando Vermelho (CV), facção rival ao Terceiro Comando Puro (TCP), grupo criminoso a qual pertence Xandinho. Em uma delas, os criminosos afirmam que irão “pegar” o segurança de 3N em uma de suas saidinhas pela Região dos Lagos.

“Nós ta monitorando em Búzios em, ‘pangua’ não que nos vai buscar dentro do sítio (sic)”, diz uma postagem.

Como não poderia ser diferente, Xandinho debochou de uma espécie de “pergunta-ameaça” e postou a seguinte resposta.

Pow que pena.. Eu tava pelo centro, não posso ir mais?! Sábado estarei lá de novo ás 20:00 hrs. Tenta da próxima (sic)”, respondeu o traficante.

Além disso, Xandinho tem o costume de postar fotos em bares e boates de São Gonçalo. Durante o jogo do Flamengo, na noite de ontem, time que o traficante é fanático, ele postou uma foto em um conhecido bar localizado no Mutondo, bastante utilizado por torcedores para assistir as partidas do Rubro-negro.

Recentemente, o Terceiro Comando Puro (TCP) teria criado uma cartilha para os seus soldados com uma norma de conduta de seus integrantes. Entre as “leis da facção” estava a proibição da exibição em redes sociais, algo que Xandinho tem desobedecido desde a sua mudança de grupo criminoso, em abril deste ano, após a morte de Schumaker Antonacio do Rosário, o Piloto ou F1, ex-chefe do tráfico de drogas do Jardim Catarina, em São Gonçalo.

Em seus perfis nas redes sociais, o traficante tem o costume de se exibir através de veículos, relógios, joias, armas e malotes de dinheiro. Contra Xandinho, existem três mandados de prisão em aberto pelos crimes de roubo majorado, associação criminosa e prática de delitos contra o patrimônio.

O Portal dos Procurados do Disque-Denúncia oferece recompensa de R$ 1 mil para quem ajudar a polícia a prender Xandinho.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *